terça-feira, 12 de junho de 2018

Dia dos namorados. Dia 12 de junho.



Dez dicas para melhorar o relacionamento no amor.

1-Crise? Seja paciente. Prove que ama não pondo seu amor à prova, afinal de que vale no peito ter amor e na língua um punhal? Fale, entenda-se. Amor é união, é sentir o outro como se fosse a extensão de si mesmo!

2-Quando ao lado da pessoa amada, evite lembrar erros passados para não ressuscitar discussões. Aproveite o bom momento para conversar, falar dos planos a dois, e, ainda melhor, para o prazer do amor!

3-O amor que deixamos morrer, não morre completamente. Há sempre por resquício uma pequena raiz ou semente sepultada. E um dia, na primavera do coração, ela renasce como as flores no campo: vivazes, belas, esplendorosas!

4-O amor é uma fonte cristalina de onde brota o líquido que sacia o corpo e energiza a alma. Quem, uma vez, provar a água da paixão, enquanto viver terá sede!

5-Quando existe paixão entre duas pessoas, a harmoniosidade da voz é um minério valioso retirado da mina do benquerer. É, pois, feito de ouro o brilho nas palavras de quem ama!

6-Aceite o bom conselho, sobretudo se vier de quem o ama, e tenha-o como um leme, uma diretriz a seguir. Não o despreze sem avaliar seu teor. Ele contém lições de vida que poderão ser determinantes para orientá-lo entre o pranto e a alegria, o sucesso e o fracasso!

7-O poder que emana do amor é capaz de agigantar pequenos e apequenar gigantes. Ele faz os sonhos, realidade; fala sem ter voz; compreende o incompreensível, põe claridade onde não há luz, pois ele é a própria luz!

8- Você está ‘fisgado’ pelo amor quando percebe que as estrelas são flores noturnas no jardim do céu; que o fulgor da lua tem o mesmo brilho dos olhos de quem ama, e que a voz da natureza é o mais belo dos poemas!

9-Ame. Tenha dentro de si o amor. Mesmo desarmado, as mais incríveis guerras do planeta serão vencidas, posto que o amor é a força mais espetacular que existe, capaz de dizimar os mais temíveis exércitos!

10-Não prejulgue aqueles que, quando amam, fazem coisas loucas, sem sentido. Essas coisas você também fará quando amar. Entenda que as maiores loucuras de amor são feitas por pessoas sãs...

Prof. Inácio Dantas
Do livro “Dicas para um bom relacionamento no amor”
https://goo.gl/DKJNPp

sábado, 9 de junho de 2018

Dia dos namorados: Amor & Companheirismo.

Resultado de imagem para dia dos namorados







Amor: Poder que une corações, para sempre!
O amor é o unificador de corações, almas e destinos!
De todos os sentimentos que envolvem o relacionamento de um casal, há um que norteia o comportamento, estreita a união e alarga os horizontes do entendimento, e escreve o destino com letras de ouro; um sentimento único, puro como o lúmen das estrelas, que perdoa, conforta a dor, ilumina as trevas da desesperança e faz resplandecer a aurora de um novo dia: o amor!
O amor é o mais nobre dos sentimentos, aquele que une duas pessoas para, juntas, viverem a mesma vida até o final dos tempos. Sim, amantes, o amor é a aliança divinal que encadeia dois corações como se fosse uma só unidade!
O amor é isso, docilidade, meiguice, calor humano; é dar-se sem nada pretender em troca, senão a felicidade; é condescender, ser amigo, cúmplice, amado, amante. É aceitar um ao outro com suas virtudes e defeitos, e, juntos, conjugarem o verbo viver em todos os seus tempos e formas.
O amor é uma música suave que o casal deve cantar a uma única voz. E, a um só movimento, dançar, ventres unidos, a dança mágica que conduz os corpos à explosão do prazer e à perpetuação da vida!
>> 


A luz de uma boa companhia é capaz de brilhar uma eternidade!
No exato instante em que você aceita alguém, e esse alguém o aceita para formar um casal, duas vidas fundem-se numa só massa corpórea. Daí em diante, portanto, você terá um companheiro e não mais estará só. As preocupações e as “dores de cabeça” serão duplas; em compensação, as alegrias e os prazeres multiplicados.
Como é bom ter o brilho da companhia de quem nos ama!
Companheirismo é isso, a convivência íntima, a camaradagem, a amizade, a solidariedade de um para o outro como se fosse para si mesmo.
Ter o contato, e inalar o perfume da pessoa amada e mentalizar a  simples lembrança da silhueta, nos restitui energias, faz o nosso benquerer ascender aos céus. E isso é igual para todos que têm um coração apaixonado!
Sentir-se amado, benquisto, saber que há alguém que ora por você, se preocupa com suas preocupações e com o desenrolar da sua vida, somente é possível quando se esquece o individual e se lembra do companheirismo. Você, então, se sente uma estrela, a mais bela em meio à constelação (família), sempre a brilhar, forte, clara, intensa, duradoura!
Prof. Inácio Dantas
Do livro “Casal Unido, Casal Vencedor” –

sexta-feira, 18 de maio de 2018

dia 12 de junho, dia dos namorados. Dicas legais sobre relacionamento...




1-Desistir de encontrar o verdadeiro amor é desistir de ser feliz. A felicidade completa sua missão quando você ama e é correspondido.

2-Para vencer a guerra contra a intolerância, vista o escudo do entendimento e abasteça os canhões com ogivas de compreensão!

3-Aquele que ama as leis de Deus e faz delas as suas leis, o amor brilha no seu coração como uma luz num templo sagrado!

4-Se um gesto de amor produzisse uma fagulha de luz, toda a humanidade, junta, poderia transformar a terra em um novo sol!

5-Não chore nem sofra a desesperança pela perda de um amor. A porta por onde ele saiu, não feche-a, pois como entrar luz num lugar fechado? Deixe-a aberta e, a qualquer momento, pode ser iluminada com a entrada de um novo alguém!

6-Se, com uma gota de tinta pode-se assinar um tratado de paz entre dois povos, imagine com o conteúdo de um tinteiro, quantos tratados pode-se assinar para toda a humanidade!

7-O ódio tem o poder de destruir na proporção que o amor tem de construir. Seja um construtor, aumente seu patrimônio: Ame!

8-A confiança mútua é um elo que fortalece o relacionamento. Quando o ciúme leva à briga é o amor que recebe o primeiro golpe!

9-Cuide de quem ama com zelo e devoção. Pode ser uma eternidade para encontrar um grande amor; mas pode ser um segundo o tempo para perdê-lo.

10-Brigas, desentendimentos? Cuidado, pense antes de falar para não se arrepender depois. Ofensas não conduzem ao bom termo. Saiba que a dor por perder um amor é mais aguda quando vem junta com o arrependimento.


Prof. Inácio Dantas
do livro "Dicas para um bom relacionamento no AMOR"


Adquira em:

http://www.paulus.com.br/loja/dicas-para-um-bom-relacionamento-no-amor_p_162.html


1.Destino: Unir-se a um grande amor é cobrir-se com o júbilo da alegria sob o manto dourado da existência!

Resultado de imagem para casal



     1.Destino: Unir-se a um grande amor é cobrir-se com o júbilo da alegria sob o manto dourado da existência!

O destino é o grande tecelão da existência humana. Suas mãos laboriosas tecem teias invisíveis, urdidas com os tênues fios do tempo – o futuro. Nelas, somos aprisionados, imperceptivelmente, e conduzidos por eras e plagas desconhecidas, pois conhecer o destino quem haverá de?
E a vida, essa imensa tecelagem a céu aberto, vai confeccionando em cada um de nós o seu manto da história. E, de repente, uma das linhas entrelaça-se a outra formando um par - e daí a união e o desenrolar de uma nova história...
O destino não nos antevê o que será essa “nova” história. Ela dá-se por força supra-humana, nos impelindo à união, como se já não fôssemos mais senhores das nossas vontades.
Desilusão, felicidade? Qualquer prognóstico será mera conjetura. A verdade é que, para uma união feliz, terá, na composição dos fios que tecem o destino, a textura da seda suave da afeição, confeccionando a inquebrantável fibra do amor.
Então, como todo destino está escrito nas estrelas, jamais desista: encontre no céu azul do amor a pessoa que, com você, tecerá o manto dourado da sua existência!

>>

     2.Jogo da vida. A vida é um jogo onde se joga para ganhar. Sempre!

A vida é um grande jogo. Um jogo onde ganhar ou perder são probabilidades que se alternam a cada segundo. Mas, atenção, não ponha todas as fichas em uma única cesta, pois fazê-lo é, a uma infelicidade, arriscar todo seu patrimônio.
Para enfrentar esse imprevisível jogo, prepare-se. Não se aventure afoitamente. Para esse desafio, você e a pessoa amada têm de refletir, avaliar, trocar opiniões. Faça isso. Monte as estratégias, delineie chances de acerto e aposte suas fichas. Apoie-se na expertise e na concordância do parceiro, pois uma impulsão abalizada pode levá-lo à vitória.
Veja o amanhã com os olhos da sorte e materialize o anseio de ser um expoente na sociedade. Não esmoreça ou insinue “que você não irá vencer”. Sua mente e seus objetivos devem ser carreados para que a roleta do jogo gire em seu benefício.
Cada etapa será suscetível a eventualidades que podem ou não contribuir para o êxito. Mas, você e o seu parceiro devem seguir firmes, determinados, e revestidos da magia que vence qualquer jogo: amor mútuo, fé em Deus e trabalho exemplar!

prof. Inácio Dantas
do livro "Segredos para uma União Vencedora"
Adquira em:



sábado, 12 de maio de 2018

Casal unido pelo amor, rumo ao horizonte felicidade!

Resultado de imagem para casal amor



      1.Amor: Poder que une corações, para sempre!

O amor é o unificador de corações, almas e destinos!
De todos os sentimentos que envolvem o relacionamento de um casal, há um que norteia o comportamento, estreita a união e alarga os horizontes do entendimento, e escreve o destino com letras de ouro; um sentimento único, puro como o lúmen das estrelas, que perdoa, conforta a dor, ilumina as trevas da desesperança e faz resplandecer a aurora de um novo dia: o amor!
O amor é o mais nobre dos sentimentos, aquele que une duas pessoas para, juntas, viverem a mesma vida até o final dos tempos. Sim, amantes, o amor é a aliança divinal que encadeia dois corações como se fosse uma só unidade!
O amor é isso, docilidade, meiguice, calor humano; é dar-se sem nada pretender em troca, senão a felicidade; é condescender, ser amigo, cúmplice, amado, amante. É aceitar um ao outro com suas virtudes e defeitos, e, juntos, conjugarem o verbo viver em todos os seus tempos e formas.
O amor é uma música suave que o casal deve cantar a uma única voz. E, a um só movimento, dançar, ventres unidos, a dança mágica que conduz os corpos à explosão do prazer e à perpetuação da vida!

     2.Ampliando o horizonte da felicidade: 

*Depois de lutar e desbravar os cinco continentes para conquistar novos horizontes, tendo a ajuda da pessoa amada, jamais se esqueça de tê-la ao seu lado quando for usufruir os deleites na praia do sucesso!
*A pessoa, que agora é seu cônjuge, deve ser vista como um presente de Deus, alguém que entrou na sua vida para ajudar a construir: a construir um grande amor, uma bela família, um patrimônio, e, principalmente, para ajudar a construir a sua felicidade!
*Você e a pessoa amada se uniram e agora são um casal. Olhem à frente, a aurora de um novo tempo: há um sol a brilhar no futuro. Sigam, mãos dadas, ao encontro dele. Não se desviem jamais dessa luz ou poderão separar-se e perder-se na escuridão.
*Não lamentem que lhes falta o que em outros sobra. Se vocês têm honestidade, inteligência e perseverança, então é um casal fadado à conquista da prosperidade e do sucesso!
*Ame e valorize a pessoa amada. Sempre\! Não espere perdê-la para saber o quanto a amava e quão grande era seu valor!

Prof. Inácio Dantas
do livro "Segredos para uma união vencedora" 



domingo, 11 de junho de 2017

Dia dos namorados: três sugestões para uma boa união amorosa.


Dia dos namorados: três sugestões para uma boa união amorosa.

1.Caráter: marca honorável, valor que diferencia o ouro da bijuteria.

Num casal, os parceiros devem ter um comportamento moral ajustado, digno, respeitoso, sem jamais desonrar um ao outro ou a outrem. Essa postura, que forma o caráter, é uma marca honorável que os leva a receber a boa consideração pública.   Comportar-se com desajuste, indignidade ou desrespeito, é tornar-se insociável, alijando-se das amizades, sozinhos, fechados em quatro paredes.
Caráter é um distintivo social que deve estar sempre polido e reluzente!
Parceiros de um casal que pretendem ter abertas as portas da sociedade, devem operar com licitude e retidão os seus atos. Lá fora há um mundo de pessoas policiando as outras, sejam nas palavras ou nas ações. E, um passo enganoso que denote má índole ou ausência de caráter, aquela porta fechar-se-á para sempre.
O que diferencia, exalta e valoriza um casal em relação a outro é, sem dúvida, sua formação ética e moral. Casais sem caráter são indignos de fazerem parte de um honrado círculo social. Porém, casais que se revestem do bom caráter aproximam-se ainda mais entre si, propagam bons exemplos e são bem vistos e distinguidos por todos!

>> 

2.Caridade: Ato que exalta e aproxima o casal das bênçãos dos céus.

Há muitos casais com a vida oscilando no pêndulo das dificuldades, e tantos outros que venceram essa fase e se estabilizaram.
A vida, no fluir das suas alternâncias, é como uma gangorra: uma hora sobe às estrelas; outra, desce ao rés-do-chão. Ter sensibilidade de, ao vir as agruras do próximo, estender a mão para a ajuda, é um gesto que ascende e dignifica os valores morais. E ajudarmos, hoje, quem sabe amanhã não precisemos ser ajudados?
Ser caridoso, fazer da caridade um dar sem nada almejar em troca, é algo do qual somente os nobres são capazes. E um casal que vive realizado, unido, no auge da felicidade, não deve privar-se de erguer o semelhante do poço das dificuldades.
O coração de quem pratica a caridade, quando despojado de qualquer interesse que não seja o de ver o próximo restabelecer-se, é um coração que pulsa movido por uma força sublime: a força do amor.
Bondade, compaixão, benevolência, são alguns atributos que lustram as qualidades e tornam o casal virtuoso, ainda mais abençoado e ungido pelas bênçãos de Deus! 

>> 


3.Algumas reflexões sobre a presença da pessoa amada

Amar é...

*sentir, de repente, seus lábios falarem dela para si próprio...
*os dois, ao olharem para o futuro, os olhos se unirem na mesma direção.
*uma parte sua viver com ela, e a outra parte não viver sem ela...
*construir um castelo no céu com cimento de nuvens e tijolos de estrelas...
*exultar-se de contentamento ao imaginar sua imagem na imaginação...

 Inácio Dantas
 (do livro “Segredos para uma união vencedora”)


domingo, 4 de junho de 2017

Dia dos namorados chegando... Doze dicas para bem se relacionar no amor.


Dia dos namorados chegando... Doze dicas para bem se relacionar no amor.

1-Cuide de quem ama com zelo e devoção. Pode ser uma eternidade para encontrar um grande amor, mas pode ser um segundo o tempo para perdê-lo.

2-Achar que a vida não provém do amor, é como achar que crianças nascem da explosão de um banco de esperma...

3-Até os piores inimigos podem se transformar nos melhores amigos. Como? Basta, ambos, deporem as armas da vingança, do ódio, da intolerância e erguerem, a uma só mão, a bandeira da paz e amor!

4-Não existe fórmula mágica para encontrar a ‘alma gêmea’. Pode-se vasculhar o mundo e, de repente, todo o tempo ela esteve ao seu lado. Deixe acontecer naturalmente, afinal não somos nós que as procuramos, mas elas quem se procuram por nós!

5-Cuidado, não se deixe seduzir por falsas ilusões. Às vezes o que os lábios expressam não é o que o coração diz. Veja a pessoa ‘por dentro’ e certifique-se se é real o sentimento. Somente aí entregue-se, ciente que finalmente encontrou o amor que procura.

6-Quantas vezes abrimos os olhos para procurar pequenos amores e ficamos cegos para o grande amor que está a olhar-nos!

7-Desilusão no amor? Enfrente-a de frente. Na luta pela reconquista deixe o coração usar todas as armas: armas da conciliação, da brandura, do diálogo, da entrega total...

8-Da maldade que nos fazem devemos tirar lições para não fazê-la aos outros. Aprender o bem, com o mal, e praticá-lo, é andar sob as bênçãos do céu e jamais perder-se nas masmorras dos pecados.

9-Num casal, somente há harmonia quando a linguagem dos corpos fala o idioma do amor!

10-O admirável de uma ilusão de amor é o poder que temos de, um dia, transformá-la em realidade!

11-Se o amor for uma prisão, os amantes são os prisioneiros mais livres do mundo!

12-A humildade vence a soberba, é só questão de tempo. Ao subir ao pedestal da arrogância, muitos tentarão derrubá-lo. Descer à humildade é estar seguro, pois ao ter os pés no chão você estará firme e em perfeito equilíbrio.

Inácio Dantas

(do livro ® “Dicas para um bom relacionamento no AMOR” – www.paulus.com.br)

domingo, 5 de junho de 2016

Dia dos namorados. Dez reflexões sobre o Amor: teoria ou realidade...? (3)


          Dia dos namorados. Dez reflexões sobre o Amor: teoria ou realidade...? (3)

 (Você, a vida, o mundo e a pessoa amada...)

1-...É teoria que o amor não para enquanto vivemos, ou é realidade que a vida para enquanto amamos...?

2-...É teoria que tentar fazer o mal não raro dá certo, ou é realidade que tudo que se faz com amor raramente dá errado...?

3-...É teoria que não amar faz mais mal do que menos faz bem, ou é realidade que amar faz bem pra você, o seu bem e os seus bens...?

4-...É teoria que “ter ou não ter dinheiro todo amor é para sempre”, ou é realidade que quando é por dinheiro o amor tem prazo de validade...?

5-...É teoria que só vive a felicidade quem encontra um amor, ou é realidade que quem procura a felicidade no amor já vive feliz só em o procurar...?

6-...É teoria que quem vive a solidão ou tem ou procura um amor, ou é realidade que quem vive solitário não tem um amor e nem procura...?

7-...É teoria que só uma pessoa louca rouba uma flor para dar ao seu amor, ou é realidade que as maiores loucuras de amor são feitas por pessoas sãs...?

8-...É teoria que ódio e amor são como joio e trigo, onde este une e aquele separa, ou é realidade que o odioso vive sempre só por não amar nem ser amado por ninguém?

9-...É teoria que “ainda que falássemos a língua dos homens e dos anjos, nada seríamos sem amor...”, ou é realidade que o amor, e somente o amor, é capaz de fazer alguém ser o que ainda não é...?

10-...É teoria que tem-se, para chegar ao céu do amor, flanar em viagens insólitas no espaço infindo, ou é realidade que para chegar ao céu do amor é mister somente atravessar a estrela-sol...?

Inácio Dantas

Do livro “Amar é... Pequena bíblia do amor” – (Ebook). Adquira no Amazon: https://goo.gl/iPF0aR



quarta-feira, 6 de abril de 2016

Relacionamento de um casal: amor combina com agressividade?


imagem:sentimentocalmo.com
Relacionamento de um casal: amor combina com agressividade?

1.Agressividade: guarde-a para os desafetos, não para quem ama!

Não raro, ante uma palavra mal expressada ou um ato incompreendido, o casal “se estranha” e passa a tratar-se de forma ríspida.  A doçura do amor que havia é trancada no calabouço da intransigência e a agressividade é libertada. Onde, bastaria uma simples reconsideração para amainar os ânimos, ergue-se uma parede quase intransponível. E, afinal, que lucro traz essa postura do casal?
É certo, em verdade, que a agressividade é um manancial de prejuízos. Quando o amor sofre “pancadas” da ira momentânea, além da ruptura do sentimento, o patrimônio do casal entra em declínio. Saber entender, pois, um ao outro, é possível, imprescindível e um multiplicador de afeto e de bons frutos.
Abrir o coração para a amistosidade, conversar em tom sereno e cordial, desculpar e ser desculpado, é uma forma de se chegar a um consenso e assim restabelecer o entendimento e reavivar o amor. Para que isso ocorra há que um ou outro ceder, mesmo a contragosto, afinal quando um abaixa a guarda o outro não ergue a espada!

>> 

2.Amor: Poder que une corações, para sempre!

De todos os sentimentos que envolvem o relacionamento de um casal, há um que norteia o comportamento, estreita a união e alarga os horizontes do entendimento, e escreve o destino com letras de ouro; um sentimento único, puro como o lúmen das estrelas, que perdoa, conforta a dor, ilumina as trevas da desesperança e faz resplandecer a aurora de um novo dia: o amor!
O amor é o mais nobre dos sentimentos, aquele que une duas pessoas para, juntas, viverem a mesma vida até o final dos tempos. Sim, amigos, o amor é a aliança divinal que encadeia dois corações como se fosse uma só unidade!
O amor é isso, docilidade, meiguice, calor humano; é dar-se sem nada pretender em troca; é condescender, ser amigo, cúmplice, amado, amante. É aceitar um ao outro com suas virtudes e defeitos, e, juntos, conjugarem o verbo viver em todos os seus tempos e formas.
O amor é uma música suave que o casal deve cantar a uma única voz. E, a um só movimento, dançar, ventres unidos, a dança mágica que conduz os corpos à explosão do prazer e à perpetuação da vida!

Inácio Dantas
Extraído do livro do Autor “Segredos para uma União Vencedora” – www.vozes.com.br


domingo, 22 de fevereiro de 2015

Algumas reflexões sobre a presença da pessoa amada:


Algumas reflexões sobre a presença da pessoa amada:
Amar é:
­­­● Sentir, de repente, seus lábios dela para si próprio.
● Os dois, ao olharem para o futuro, os olhos se unirem na mesma direção.
● Uma parte sua viver com ela, e a outra parte não viver sem ela...
● Deixar ver o sentimento como água pura e cristalina.
● Realizar para ela o mundo que sonhou para si.
● Oferecer o manto da alegria para enxugar as lágrimas de tristeza.
● Construir um castelo no céu com cimento de nuvens e tijolos de estrelas...
● Exultar-se de contentamento ao imaginar sua imagem na imaginação...

Prof. Inácio Dantas
(extraído do livro “Segredos para uma União Vencedora” – Editora Vozes – www.vozes.com.br)